quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Consumidor Consciente

“Consuma sem consumir o mundo em que você vive”. Com este slogan e uma linguagem acessível, o Instituto Akatu convoca o leitor a adotar o consumo consciente como parte do cotidiano. Para incentivar a reflexão no momento das compras e evitar o consumismo, a ONG disponibilizou o guia Doze Princípios do Consumidor Consciente, com pequenos gestos que resultam em grandes transformações.
Apesar de parecidas, as palavras “consumo” e “consumismo” possuem significados diferentes. Enquanto a primeira se refere a produtos e itens necessários para o cotidiano, a segunda está ligada aos excessos e exageros da sociedade atual. De acordo com o Instituto Akatu, para tornar-se um consumidor consciente é preciso entender o consumo de maneira ampla, avaliando questões como os motivos da compra, os valores da empresa escolhida e a formas de uso e descarte dos itens adquiridos.
A reciclagem de materiais e a reutilização de produtos são outros pontos abordados pela publicação, que também convida o leitor a considerar diversos pontos que vão desde a compra de produtos licenciados ao posicionamento ativo para a melhoria dos serviços.
Outras práticas sugeridas pelo Guia são:
Cobrar de governantes algumas propostas que viabilizem e incentivem o consumo consciente;
Divulgar o consumo consciente;
Parcimônia no momento de usar o crédito. (ecodesenvolvimento)

Nenhum comentário: