domingo, 9 de outubro de 2016

Reduzir vazão de Sobradinho evitará volume morto em novembro

Redução da vazão de Sobradinho deve evitar uso do volume morto em novembro/16.
Nível do reservatório deve chegar no fim do mês que vem a 3,5%. Testes da Chesf ainda dependem da autorização da ANA.
O armazenamento esperado para o reservatório da hidrelétrica de Sobradinho no final de novembro é de 3,5%, mantido o cenário meteorológico e com a redução da vazão de 800 m³/s para 700 m³/s. A expectativa anterior era de que, mantida a vazão atual, o nível do reservatório chegaria a 2,4% e atingiria o volume morto no inicio do período chuvoso.


Em nota divulgada após a reunião mensal de 05/10/16 o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico informou que ainda será necessária a autorização da Agência Nacional de Águas para que a Chesf inicie os testes de redução da defluência de Sobradinho. No dia 26 de setembro, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis emitiu autorização à geradora para a executar de testes de redução até o limite de 700 m³/s.
“O MME e as entidades participantes do CMSE destacam que o interesse fundamental deste processo é com a segurança hídrica, de caráter interministerial e multissetorial, ressaltando que o atendimento eletroenergético está garantido a partir de outras fontes de geração e pelo SIN”, afirma o Comitê. A estiagem prolongada no Nordeste e a gestão dos recursos hídricos na bacia do rio São Francisco serão discutidas novamente esta semana,  em mais uma reunião na Casa Civil da Presidência da República.

No fim do mês de setembro, destaca o CMSE, a Energia Armazenada nos reservatórios equivalentes das regiões Sudeste/Centro-Oeste chegou a 40,1%; no Sul, a 79,9%; no Norte, 9,8% e no Nordeste a 14,8%. O Programa Mensal de Operação de outubro projeta nível de armazenamento no encerramento do mês de 29,7% no SE/CO; de 56,8% no Sul; de 24,3% no Norte e de 9,5% no Nordeste. (canalenergia)

Nenhum comentário: