quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Novo estudo indica que o planeta está a caminho de ficar 6º C mais quente

Novos dados sobre as emissões mundiais de CO2 (dióxido de carbono, principal gás causador do efeito estufa) indicam que o planeta está a caminho de esquentar 6ºC neste século, se não houver um esforço concentrado para diminuir a queima de combustíveis fósseis. “Existe um abismo claro entre o caminho que estamos seguindo e o que é necessário para limitar o aquecimento global a 2º C, nível considerado relativamente seguro por especialistas”, diz Corinne Le Quéré, pesquisadora da Universidade de East Anglia (Reino Unido) e coautora do novo estudo Trends in the sources and sinks of carbon dioxide Trends in the sources and sinks of carbon dioxide na revista científica “Nature Geoscience”. Na atual década, a principal responsável por puxar para cima as emissões é a China, com seu crescimento industrial alimentado pelo carvão mineral. Hoje, o país é o maior emissor do planeta. No entanto, os EUA ainda respondem pelas maiores emissões per capita: 18 toneladas, contra 5,2 toneladas dos chineses (a média mundial é de 4,8 toneladas). Desde 1982, a humanidade produziu 715,3 trilhões de toneladas de gás carbônico, quantidade que equivale ao total de dióxido de carbono emitido por todas as civilizações que existiram no mundo antes disso.

Nenhum comentário: