segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Lancha se enrosca em lixo no Tietê

Lancha se enrosca em lixo e perde corrida no Tietê
Uma corrida realizada ontem na Marginal Tietê entre um carro e um barco no horário de pico terminou em zebra. Embora no rio a embarcação esportiva tivesse o caminho livre do trânsito da pista local da Marginal, ela foi atrapalhada pela grande quantidade de lixo, que atingiu dois de seus três motores - cada um tinha a potência de 300 HP.
A lancha esportiva, de 34 pés, largou a 80 km/h, mas só conseguiu manter a velocidade por um minuto: pedaços de lixo que boiavam no rio atingiram as hélices de dois motores, que pararam de funcionar por prevenção e reduziram muito a velocidade. Outras duas embarcações, menos potentes, de 19 e 24 pés, também completaram o desafio, mas tiveram de parar várias vezes para retirar sacos plásticos e pedaços de madeira sugados pelos motores.
Assim, mesmo enfrentando o trânsito, o carro chegou oito minutos antes ao fim do trajeto de 12 km, entre o Cebolão e a Ponte das Bandeiras: demorou 1h06, enquanto as lanchas levaram 1h14.
Obstáculo era previsto
O desafio, chamado de "Por uma cidade navegável", foi realizado pelo São Paulo Boat Show, salão náutico indoor, que ocorrerá na cidade de quinta-feira até a próxima terça-feira. A organização do evento já previa que o lixo acumulado poderia quebrar os motores dos barcos.
"Nós tínhamos consciência do perigo que seria colocar barcos em meio a tanto lixo do Rio Tietê, mas isso não nos impediu de realizar a travessia e chamar a atenção de todos para sua limpeza. Isso é o mais importante e nosso objetivo foi atingido", garante Ernani Paciornik, presidente da feira. Segundo ele, há 50 km de rios inativos que poderiam contribuir para o turismo da cidade, e até mesmo para o trânsito.
Sacolas de plástico e madeira atrapalharam o desempenho da lancha (destakjornal)

Nenhum comentário: