sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Festival terá energia limpa e reciclagem

A gerente de sustentabilidade do SWU, Ingrid Francini, afirma que neste ano a maior parte da energia elétrica do festival será limpa, proveniente de hidrelétricas. Foi feita uma parceria com a CPFL Energia e, durante os dias do evento, a empresa realizará manobras em seus circuitos de distribuição para que o abastecimento ocorra por uma rede elétrica exclusiva.
Duas empresas cuidarão da coleta do lixo no evento, com um total de 740 pessoas. Segundo ela, o local terá cestos para lixo orgânico - que será enviado para compostagem - e outros para o lixo sólido, que será mandado para uma cooperativa de Paulínia. Os cooperados farão a separação do material.
No ano passado, foram recicladas 700 mil latas de alumínio e um total de 35 toneladas de resíduos. O tempo de banho das pessoas que ficarão no camping foi limitado a sete minutos. Depois disso, o chuveiro desliga.
Uma questão que ainda não foi possível reduzir é o uso de copos plásticos. De acordo com ela, o uso de material como fécula de mandioca, mais sustentável que o plástico, seria inviável economicamente. (OESP)

Nenhum comentário: