quinta-feira, 19 de julho de 2012

Degelo no Himalaia ameaça rios na Ásia

Redução de gelo no Himalaia ameaça rios na Ásia, afetando abastecimento de água e produção de alimentos
Geleira Rongbuk
Alguns dos rios mais importantes do continente nascem na região. Himalaia registrou a maior redução no volume de gelo.
As alterações nas geleiras do Tibete, entre a Índia e a China, representam uma ameaça para os rios dos dois países mais populosos do mundo. Uma pesquisa [Different glacier status with atmospheric circulations in Tibetan Plateau and surroundings] publicada online neste domingo (15) pela revista “Nature Climate Change” indica redução na área de mais de 7 mil geleiras localizadas na região.
A região do Tibete abriga o maior número de geleiras fora das regiões polares em todo o mundo. Lá nascem alguns dos principais rios da Ásia. Portanto, a redução dessas geleiras põe em risco o abastecimento de água e a produção de alimentos de toda a região.
A equipe de Tandong Yao, da Academia de Ciências da China, analisou a evolução das geleiras da região ao longo dos últimos 30 anos. Em cada região, as alterações aconteceram de uma forma própria. A cordilheira do Himalaia foi a parte mais afetada pela redução na área das geleiras.
O estudo concluiu que as alterações foram causadas não só pela mudança nas temperaturas da região, mas também pelas alterações na localizações das chuvas. (EcoDebate)

Nenhum comentário: