quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Ser Humano X Planeta Terra

Como ao ser Humano pode ser tão burro e destruir seu próprio planeta em benefício de si mesmo.
Planeta Terra – Informações:
Localização: Sistema Solar, bem perto do Sol (cerca de 150 milhões de Km).
Forma: Ondulado e com os polos achatados (Norte e Sul), por causa do movimento que realiza em torno de si mesmo.
Composição: 3/4 da superfície é formada por água e quimicamente é dividido em crosta, manto e núcleo.
- Núcleo: parte mais interna do planeta, é dividido em núcleo sólido (ferro e níquel) e núcleo líquido (ferro e níquel em estado líquido). Possui elevada temperatura devido ao campo magnético, que é onde ocorre a formação.
- Manto: encontra-se entre o núcleo e a crosta. É formado por silício, ferro e magnésio em estado pastoso. A temperatura é aproximadamente de 3.400 graus.
- Crosta: Também chamada de Litosfera, é a parte externa do planeta que é formada por oxigênio, silício, alumínio, magnésio e ferro. Possui também as placas tectônicas que se movem de forma lenta e contínua, mas as vezes podem ocorrer imprevistos como os terremotos e vulcões em erupção.

Acredita-se que seja o único planeta com existência de vida. A atmosfera e o campo magnético ajudam para que não aconteçam catástrofes como a entrada de meteoros e alta radioatividade do sol e das estrelas.
Esta entrada de alta radioatividade é combatida pela camada de ozônio que se encontra na atmosfera, porém ela encontra-se com um buraco que a cada dia aumenta mais o seu tamanho.
O que é Camada de Ozônio?
É uma capa de gás que envolve e protege o planeta de várias radiações. A principal dessas radiações é a ultravioleta, causadora do câncer de pele.
O buraco da camada de Ozônio
A região que está sendo mais afetada com a destruição da camada de ozônio é a Antártida. Principalmente durante o mês de setembro, quase a metade da camada de ozônio é sugada misteriosamente da atmosfera.
Este fenômeno deixa um buraco maior que toda a América do Sul (em torno de 31 milhões de Km2).
Nas demais áreas do planeta também há uma redução grande, de 3% a 7%, resultado do que já foi destruído pelo homem.

O Homem como principal culpado pela destruição!
O ser humano está cada vez mais aumentando o tamanho deste buraco, através da poluição gerada pelos veículos automotores, indústrias que não possuem filtro nas tubulações, produtos químicos que atingem a atmosfera (como sprays de pintura). Muito tem se falado para diminuir a poluição no planeta, mas pouco tem sido feito! Um mau exemplo disso é a China, pois com a maior população do planeta, quando está no verão e a umidade do ar fica em níveis baixos, as cidades ficam totalmente cobertas pelo ar poluído, quase uma névoa negra, causando vários problemas respiratórios. Vejamos a seguir, quais são os males da diminuição da camada de ozônio, onde o grande culpado é o ser humano.
Consequências da destruição:
A principal consequência da destruição da camada de ozônio será o grande aumento da incidência de câncer de pele, desde que os raios ultravioletas são mutagênicos. Além disso, a destruição da camada de ozônio pode causar desequilíbrio no clima, resultando no efeito estufa, o que causaria o descongelamento das geleiras polares e consequente inundação de muitos territórios que atualmente se encontram em condições de habitação. De qualquer forma, a maior preocupação dos cientistas é mesmo com o câncer de pele, cuja incidência vem aumentando nos últimos vinte anos. Cada vez mais se aconselha a evitar o sol nas horas em que esteja muito forte, assim como a utilização de filtros solares, únicas maneiras de se prevenir e de se proteger a pele.

As autoridades e o desrespeito com o Planeta
Mas além da prevenção de nós mesmos, as autoridades competentes de todos os países, devem tomar decisões mais firmes e que sejam de grande impacto para que haja um melhor controle da poluição mundial.
Sabe-se que pouco tem sido feito meramente por questões de dinheiro. O petróleo, do qual se retira a gasolina, é o principal combustível dos veículos automotores do mundo. E também, é um grande causador de poluição e consequentemente, contribui e muito para o aumento da camada de ozônio. Já existem alternativas, como o etanol (álcool), biodiesel, enfim são várias porém pouco os governos mundiais tem dado sua devida importância, por simplesmente reduzir consideravelmente no preço dos combustíveis no que resulta na diminuição de dinheiro para os governos.
Infelizmente os “comandantes” dos países estão mais interessados com o momento, e ganhando dinheiro não importando as consequências. Talvez quando alguém queira tomar as devidas providências, seja tarde demais.
O que podemos fazer?
Enquanto isso, devemos fazer a nossa parte, se protegendo, reivindicando por melhores condições para o planeta e também ajudando, comprando produtos e equipamentos que não destruam a camada de ozônio (eles possuem um selo, provando que não possuem), adquirindo carros alternativos, não realizando queimadas.
Fica o alerta para a população e também para seus “comandantes”. (luanagsantos.wordpress.com)


Nenhum comentário: