domingo, 15 de setembro de 2013

A população do Vietnã em 2100

O Vietnã está localizado no leste da península da Indochina, no Sudeste Asiático. O país faz fronteira com a República Popular da China a norte, Laos e Camboja a oeste, com o Golfo da Tailândia a sudoeste, e a leste e sul com o Mar da China Meridional. A história do país está documentada há mais de 2500 anos, sendo que durante cerca de mil anos, esta região foi dominada por sucessivas dinastias do império chinês, mas obteve a independência em 938 quando a dinastia Ngô foi estabelecida. O período dinástico terminou no século XIX, quando o país foi colonizado pela França em 1858. Com o fim da Segunda Guerra Mundial, os franceses tentaram restabelecer o controle da região, mas foram derrotados na Batalha de Dien Bien Phu, após oito anos de luta armada, comandada pelo general Giap, em 1954, na primeira guerra da Indochina. Mesmo com a ajuda dos Estados Unidos, o Vietnã foi dividido em dois países separados: Vietnã do Norte e Vietnã do Sul.
Após a vitória do Vietnã do Norte sobre o Vietnã do Sul, representado pela Frente Nacional de Libertação do Sul do Vietnã, em 30 de abril de 1975, o país passou a ser a República Socialista do Vietnã. Em 1986, realizou-se uma série de reformas econômicas chamadas de inovação aberta para a economia vietnamita com a integração internacional. O Vietnã é membro das Nações Unidas, da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), da Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (APEC) e da Organização Internacional da Francofonia.
Atualmente, a economia do Vietnã é uma das que mais crescem no mundo. Com a reforma econômica implantada no país, o Vietnã tornou-se um membro da Organização Mundial do Comércio (OMC) em 2007 (segundo a Wikipedia). Hoje o Vietnã tenta implementar uma economia de mercado com forte presença do estado e dirigida por um partido comunista, ao estilo chinês.
A população do Vietnã era de 28,3 milhões de habitantes em 1950 e passou para 87,8 milhões de habitantes em 2010. Para 2050, a estimativa média é de 103,4 milhões na projeção média, devendo cair para 83 milhões de habitantes em 2100. No final do século XXI pode chegar a 140 milhões na hipótese alta ou 44 milhões na hipótese baixa. A densidade demográfica sempre foi alta, de 85 habitantes por quilômetro quadrado em 1950, passando para 265 hab/km2 em 2010 e podendo chegar a 313 hab/km2 em 2050.
A taxa de fecundidade total (TFT) do Vietnã era de 6,2 filhos por mulher em 1950, mas caiu rapidamente nos últimos anos atingindo 1,9 filhos por mulher em 2010, abaixo do nível de reposição (2,1 filhos). As estimativas médias indicam TFT de 1,7 filho em 2050 e 2 filhos por mulher em 2100. O número médio de nascimentos estava em 1,3 milhão no quinquênio 1950-55 e chegou a 1,4 milhão de nascimentos em 2005-10, devendo cair nas próximas décadas. A razão de dependência demográfica era de 56 pessoas dependentes para cada 100 pessoas em idade ativa e caiu para 42 em 2010. Isto quer dizer que o Vietnã está em plena fase do bônus demográfico.
A mortalidade infantil e a esperança de vida estavam, em 1950-55, em 158 mortes para cada mil nascimentos e 40 anos, respectivamente. A mortalidade infantil caiu para 20 por mil e a esperança de vida subiu para 74 anos, no quinquênio 2005-10. Para 2100, estima-se uma mortalidade infantil de 7 por mil e uma esperança de vida de 85 anos.
Em termos ambientais, o Vietnã possui déficit ambiental, pois segundo o relatório Planeta Vivo, da WWF, a pegada ecológica per capita dos vietnamitas era de 1,39 hectares globais (gha), em 2008, mas possuía uma biocapacidade de apenas 1,09 gha. Embora a população deva decrescer até 2100, o crescimento econômico acelerado vai gerar enormes dificuldades ambientais. (EcoDebate)

Nenhum comentário: