domingo, 13 de abril de 2014

ODP- Oscilação Decadal do Pacífico

Oscilação Decadal do Pacífico (ODP) representa as variações climáticas da Terra oriundas das transformações das águas do Pacífico.

As variações das temperaturas nas águas do Pacífico influenciam o clima.
A Oscilação Decadal do Pacífico (ODP) é um fenômeno cíclico em que as águas do Oceano Pacífico variam as suas temperaturas, sendo um dos elementos mais importantes e decisivos na dinâmica climática em várias partes do mundo. Trata-se de uma variação climática cíclica de média duração, cerca de 20 a 30 anos, sendo mais longa que o El Niño e o La Niña e mais curta que as variações da atividade solar.
O Oceano Pacífico ocupa praticamente um terço da superfície terrestre, com uma área de aproximadamente 180 milhões de km². Diante dessa imensidão, não é de se estranhar o fato de o calor de suas águas influenciar o clima no planeta.
O ciclo de funcionamento da ODP opera através da interposição entre duas fases distintas, uma positiva, em que as temperaturas são mais elevadas, e outra negativa, em que as temperaturas diminuem. Tais oscilações podem ser diretamente sentidas na interposição de diferentes variações climáticas ao longo dos anos.
Na ODP positiva, registra-se uma maior tendência em manifestações climáticas do tipo El Niño, na região da costa do Peru, que também costumam ser mais intensas do que a média.
Por outro lado, na ODP negativa, registra-se uma maior tendência em manifestações climáticas do tipo La Niña, que costumam ser mais frequentes e intensas do que a média de acontecimentos climáticos desse tipo.
Dessa forma, sabendo que o El Niño provoca a elevação das temperaturas e a diminuição dos índices de umidade, enquanto o La Niña faz justamente o contrário, conseguimos perceber as variações climáticas que podem influenciar o comportamento do tempo em inúmeras regiões do globo.
No Brasil, por exemplo, durante a ODP positiva, a região Nordeste tende a registrar um maior número de anos com índices pluviométricos abaixo da média, com temperaturas superiores e, obviamente, um maior período de estiagem. Por outro lado, durante a ODP negativa, essa região volta a contar com um regime mais frequente de chuvas e umidade, embora esse quantitativo ainda não seja elevado em função das características geoclimáticas locais. (mundoeducacao)

Nenhum comentário: