quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

‘Efeito esponja’ reduz volume do Cantareira

‘Efeito esponja’ do solo seco reduz volume do Cantareira
Mesmo com o fevereiro mais chuvoso em nove anos, o Cantareira tem recebido com um volume 46% abaixo da média histórica do mês.
A entrada de água está 30,5 mil litros por segundo menor que o esperado, resultado do “efeito esponja” do solo seco.
Em 18/02/15, o nível do sistema subiu 0,6%, chegando a 8,9% da capacidade. (OESP)

Nenhum comentário: