quarta-feira, 15 de abril de 2015

IBAMA, prevenção ao desmatamento com o uso do fogo

IBAMA deflagra operação de prevenção ao desmatamento com o uso do fogo

O IBAMA, por meio de uma ação conjunta entre a Coordenação de Operações de Fiscalização (Cofis), a Coordenação Geral de Monitoramento Ambiental (Cgmam) e o Centro de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo), deflagrou a “Operação Apoena” (aquele que enxerga longe).
O objetivo é inibir a conversão de áreas de floresta por meio do uso sucessivo de queimadas em áreas degradadas.
Cerca de 800 polígonos, apenas no Mato Grosso, foram mapeados em propriedades privadas, correspondente a 1.100 Km2 de áreas sistematicamente degradadas ao longo dos anos, que estão em um processo gradual de conversão para atividades agropecuárias.
Além das ações rotineiras de fiscalização, especialistas e peritos em incêndios florestais vão notificar os proprietários a tomar medidas de prevenção, garantindo-se a regeneração natural destas áreas.
A iniciativa tem por objetivo antecipar os problemas verificados nos outros anos, quando as áreas eram convertidas de forma lenta, com o uso sistemático do fogo.
“Os proprietários que degradaram suas áreas de reserva legal e de preservação permanente têm a obrigação de recuperá-las. A operação vai transferir o ônus da preservação e da recuperação destas áreas aos responsáveis, economizando recursos públicos”, declarou o diretor de Proteção Ambiental, Luciano de Meneses Evaristo.
Todos os polígonos degradados serão monitorados via satélite. Caso sejam identificados focos de calor na área, será realizada a perícia e os proprietários que não tomarem medidas de proteção poderão ser autuados. (ecodebate)

Nenhum comentário: