domingo, 21 de junho de 2015

Reservatório do Semiárido estão com 30% do volume

Reservatório do Semiárido estão com 30% do volume armazenado, aponta Insa
Açude São Gonçalo – Sousa (PB)
Alerta para agravamento da situação está na sexta edição do boletim Monitoramento dos Reservatórios da Região Semiárida, divulgada pelo Instituto Nacional do Semiárido.
O Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTI) publicou a sexta edição do boletim mensal que compartilha informações atualizadas sobre a disponibilidade de água no Semiárido. O monitoramento de 453 reservatórios, cuja capacidade máxima de armazenamento de água soma 40,26 mil hectômetros cúbicos (hm³), mostra que o volume armazenado é de 30% do total.
O Semiárido, historicamente a região brasileira mais adaptada à falta de chuva, sente o impacto de quatro anos consecutivos de estiagem. Meteorologistas acreditam tratar-se do período seco mais crítico dos últimos 50 anos, com valores de precipitação muito abaixo da média histórica. Esse regime atípico de chuvas diminuiu o volume de água armazenado, com impacto negativo sobre o abastecimento público na região.
Se a análise se detiver nos Estados, constata-se que, hoje, 40% dos reservatórios de Pernambuco já entraram em colapso; no Rio Grande do Norte, somente um açude se encontra com volume de água em seu nível máximo; e na Bahia, quinto maior estado brasileiro em extensão territorial e quarto em número de habitantes, restam nove reservatórios cheios.
Em um panorama regional, apenas 4% dos reservatórios se encontram acima de 90% da capacidade, e 27% estão com volume entre 10% e 30%.
Recomendações
O Insa alerta para a necessidade de incorporar três hábitos ao cotidiano das pessoas, empresas e governos: captar água de chuva, reutilizar esgotos tratados e, principalmente, gerenciar de forma racional os recursos hídricos disponíveis. (ecodebate)

Nenhum comentário: