segunda-feira, 13 de julho de 2015

Invisível e silenciosa, poluição do ar será devastadora

Invisível e silenciosa, poluição do ar que pode ser devastadora
Invisível e silenciosa, a poluição do ar preocupa pesquisadores e cientistas porque provoca a morte de pessoas.
Para falar sobre esta questão nesta Semana do Meio Ambiente, o Tarde Nacional convidou a especialista em Meio Ambiente, professora Regina Célia Rebouças Dalston, do curso de Engenharia Ambiental, da Universidade Católica de Brasília. A poluição atmosférica ou poluição do ar é enorme e a professora a divide em duas partes: Indoor e outdoor.
Os dois estados com melhor monitoramento do ar são Rio de Janeiro e São Paulo.
Indoor é dentro de um recinto fechado, mais comumente chamado como a síndrome do edifício doente. E a outdoor é a poluição atmosférica como a maior parte das pessoas conhece: contaminação por ox, nox,cox, ou seja, a poluição mais grave pelos automóveis, pelas fábricas, emanação de metais, falta de filtros nas chaminés, levantamento de poeira e até pelo própria região, como em Brasília, muito seca, levantamento de partículas.
A especialista alerta que há muita deficiência de equipamentos que nos dê suporte e dados estatísticos de quanto é nossa poluição, o quanto de cox, nox estamos emitindo, dados sobre poluentes secundários que são as chuvas ácidas e metais emitidos por siderurgias e infelizmente há muito descontrole ambiental em termos de poluição do ar. (ecodebate)

Nenhum comentário: