segunda-feira, 13 de julho de 2015

Menor poluição do ar salvaria milhões de vidas, diz estudo

Menor poluição do ar salvaria milhões de vidas, diz estudo
Ao menos três milhões de mortes poderiam ser evitadas no mundo anualmente com o respeito às normas da OMS.
China planeja reduzir consumo de carvão para diminuir poluição.
O governo da China disse em 19/06/15 que vai reduzir o consumo de carvão em 160 milhões de toneladas em cinco anos, como parte de um plano de ação para diminuir a poluição.
O Ministério de Finanças da China e o Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação informaram, em comunicado conjunto, que o consumo de carvão deverá ser cortado em 80 milhões de toneladas até 2017 e a redução visa atingir a meta de 160 milhões de toneladas em 2020.
O comunicado no site do Ministério de Tecnologia da Informação apontava que a redução de consumo de carvão em 2020 representaria uma queda de 1,2 milhão de toneladas em emissões de dióxido de enxofre e uma queda de 800 mil toneladas em óxido de nitrogênio, dois principais contribuintes de smog.
A queda no consumo de carvão de 160 milhões de toneladas é de cerca de 4% dos cerca de 3,7 bilhões de toneladas de carvão que a China consome anualmente. O carvão responde por cerca de 66% do consumo de energia primária na China hoje. O governo pretende fazer este número cair abaixo de 65% em 2017. O país prometeu separadamente aumentar para 20% até 2030 a participação das fontes de energia de combustíveis não fósseis no pacote de consumo do país.
O consumo e produção de carvão na China caíram no ano passado pela primeira vez em 14 anos, com baixa de quase 3%, de acordo com dados do governo. Em comparação, consumo de petróleo e gás natural continuou a subir. Fonte: Dow Jones Newswires. (yahoo)

Nenhum comentário: