quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Florestas tropicais e as mudanças climáticas

Florestas tropicais contribuem na redução de danos das mudanças climáticas
O Projeto Robin produzirá dados capazes de subsidiar tomadores de decisões na adoção de políticas públicas
O Amazônia Brasileira conversou em 03/09/15 com a coordenadora do Projeto Robin na Amazônia, Lucieta Martorano que explicou a importância do conhecimento da relação da biodiversidade com processos socioambientais e econômicos.
Ela explica que o nome do projeto vem uma sigla em inglês Role of Biodiversity in a Climate Change Mitigation, que significa o papel da biodiversidade na mitigação de mudanças climáticas. De acordo com Lucieta Martorano, o projeto, que é desenvolvido há quatro anos, tem o envolvimento de 12 países, no qual o Brasil está representado pela Embrapa. “A biodiversidade na Amazônia é uma preocupação do povo brasileiro, do amazônida, e nós contamos com parcerias internacionais para desenvolver pesquisas”, disse a coordenadora.
Por que o Brasil sofre tanto com as mudanças climáticas?
Segundo Lucieta Martorano, a pesquisa que buscou identificar quais são as principais pressões de perda de biodiversidade. “Nas áreas conservadas, nas áreas que estão legalmente protegidas na Amazônia, por exemplo, como na Floresta Nacional do Tapajós, que se tornou nossa célula de estudo, as pressões, toda essa dinâmica em cima da biodiversidade é observada, para poder ser analisada na Amazônia como um todo”, afirmou a Coordenadora do Projeto Robin na Amazônia.
O Projeto Robin, afirma Lucieta Martorano, produzirá dados capazes de subsidiar os tomadores de decisões na adoção de políticas públicas focadas em uma economia de baixo carbono. Espera-se com o projeto apontar indicadores que evidenciam o papel da biodiversidade na mitigação de mudanças climáticas. (ecodebate)

Nenhum comentário: