quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Estragos dos megatsunamis

Estes são os estragos que megatsunamis podem fazer.
Diferentemente dos tsunamis normais, que costumam ser causados por terremotos, os 'megatsunamis' ocorrem quando algo muito pesado cai na água.
Veja aqui o que os estragos que os megatsunamis podem fazer.
Os tsunamis estão entre as forças destrutivas mais aterrorizantes que existem – com desastres recentes que causaram milhares de mortes e prejuízos bilionários.
No entanto, de acordo com o canal do Youtube ‘Real Life Lore’, eles não são o pior perigo que os mares e rios podem nos trazer.
Os “megatsunamis” podem chegar a 4,8 quilômetros de altura – mais altos que a montanha Cervino dos Alpes – e devastar áreas enormes.
O ‘Real Life Lore’ afirma que, diferentemente dos tsunamis normais, que costumam ser causados por terremotos, os “megatsunamis” ocorrem quando algo extremamente pesado cai na água.
Ainda de acordo com o canal, “Um megatsunami geralmente é criado quando uma quantidade enorme de material cai na água, deslocando-a e formando uma onda gigantesca.”
O maior exemplo deste fenômeno ocorreu há 66 milhões de anos, quando o impacto do asteroide ou cometa que matou os dinossauros provocou a formação de uma onda de 4,8 quilômetros de altura.
Também tivemos megatsunamis em um passado mais recente.
O ‘Real Life Lore’ diz: “O exemplo mais trágico nas últimas décadas ocorreu em 1963 na Itália, quando o governo italiano estava construindo o que seria a maior represa do planeta.”
“Ao longo dos meses antes da tragédia, surgiram alguns sinais de alerta, como deslizamentos de terra, mas o governo decidiu ignorá-los e processou os poucos jornalistas que relataram o acontecimento.”
“Era óbvio que a montanha iria colapsar diretamente no reservatório da represa, e as autoridades decidiram diminuir o nível da água até o ponto que acreditavam ser seguro. Mas o deslizamento foi dez vezes mais poderoso do que o esperado e encheu todo o reservatório, formando uma onda de aproximadamente 230 metros de altura e uma cratera de impacto de 55 metros de profundidade.”
Quase duas mil pessoas morreram – e cidades simplesmente desapareceram do mapa.
A boa notícia, segundo o ‘Real Life Lore’ é que eventos como este são extremamente raros e provavelmente não irão ocorrer ao longo de nossas vidas. (yahoo)

Nenhum comentário: