quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Privatização da água mineral, diga não!

CODEMIG lança consulta pública para privatizar as águas minerais, diga não!


“Vocês estão sentados em cima de uma bela nascente de água e o mundo tem sede”, essa foi uma das frases que Maude Barlow, Presidente do Conselho dos Canadenses e conselheira da ONU disse em sua passagem por Cambuquira (MG) em 2014, para o Fórum das Águas. Na ocasião, Cambuquira recebeu o título de Cidade Azul, comprometendo-se em proteger as águas, como um direito humano e não um bem comercial.
A CODEMIG (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais) lançou uma consulta pública sobre a licitação para o projeto de exploração das águas minerais. Isso significa que se a licitação for aprovada, uma empresa privada deterá os direitos comercializar as águas mineiras de Minas Gerais, com o objetivo de gerar lucro através da exploração das águas minerais de todo o território mineiro.
Atualmente a água mineral faz parte do código de mineração, o que significa que pode ser explorada até o seu esgotamento, assim como aconteceu com o ouro. “O planeta está com sua água se esgotando. A crise de água é a maior hoje em dia. Tudo que aprendemos nas escolas sobre a água está errado. Colocamos a água onde queremos e não onde deve ser colocada. Minam a água como já fizeram com o ouro (…). Nossa água é explorada e exportada”, afirmou Maude durante a palestra.


ONG Nova Cambuquira lançou petição que será entregue à CODEMIG até 23/02/17.
Acesse e assine:
https://secure.avaaz.org/po/petition/CODEMIG_VAMOS_SALVAR_AS_AGUAS_MILAGROSAS_DE_CAMBUQUIRA_CAXAMBU_E_LAMBARI/?cOXnydb
Também disponível para acesso no Facebook “ONG Nova Cambuquira”. Água não é mercadoria, é um direito humano! Diga não à privatização! (ecodebate)

Nenhum comentário: