terça-feira, 17 de abril de 2018

Itaú lança 10ª edição do programa Ecomudança

Banco Itaú lança Programa Ecomudança para projetos de entidades sem fins lucrativos.
Segue na íntegra o conteúdo publicado no site do Itaú.
Com o objetivo de fomentar iniciativas que ajudam a reduzir os impactos das mudanças no clima, o Programa Ecomudança apoia projetos inovadores, de impacto positivo e transformador nas modalidades energia renovável, manejo de resíduos, florestas e agricultura sustentável.
O Programa faz parte da nossa estratégia de oferecer investimentos que contribuam com as mudanças na sociedade. Através dos Fundos Ecomudança Itaú, que revertem 30% da sua taxa de administração para organizações responsáveis por projetos com foco na redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE), apoiamos aqueles que tenham alto potencial de replicabilidade e que possam gerar renda para se manterem financeiramente a longo prazo. As instituições contempladas em anos anteriores também podem participar da edição 2018, inscrevendo um projeto novo ou ampliando o projeto já beneficiado.
Desde 2009, o Programa já contribuiu para a redução de aproximadamente 22.000 t/CO2 de Gases do Efeito Estufa (GEE) na atmosfera, investiu mais de R$ 6 milhões em 57 projetos de 22 estados brasileiros.
Os projetos inscritos no Programa Ecomudança passam por quatro etapas de avaliação:
1) Triagem das inscrições – verificação do atendimento às exigências do edital.
2) Seleção dos projetos finalistas – as organizações habilitadas enviam informações adicionais (solicitadas e avaliadas pela Comissão de Análise Técnica do Programa Ecomudança em seu devido tempo), que abrangem os seguintes aspectos:
• Potencial de redução de GEE do projeto
• Capacidade de realização do projeto pela organização com sucesso
• Capacidade de replicação do projeto
• Capacidade de o projeto gerar outros impactos socioambientais positivos
3) Visitas técnicas às organizações semifinalistas e escolha dos projetos finalistas – as organizações semifinalistas são visitadas pela Comissão de Análise Técnica para produção de relatório com justificativas que confirmem a indicação dos projetos, bem como com dados adicionais que sirvam como subsídios para a avaliação do Conselho Consultivo do Programa Ecomudança.

4) Seleção final dos projetos – os projetos indicados pelas organizações finalistas são avaliados pelo Conselho Consultivo do Programa Ecomudança, formado por representantes do Itaú, por especialistas em sustentabilidade, por empresas do mercado e por representantes de instituições relacionadas ao tema dos projetos. (emep)

Nenhum comentário: