domingo, 29 de julho de 2018

Empresário cria sacola de mandioca pra combater plástico

Uma sacolinha de amido de mandioca que se dissolve na água quente e evita a poluição do meio ambiente.
A novidade foi desenvolvida pela Avani Eco, empresa de Bali, na Indonésia.
A sacola é totalmente biodegradável e pode ser reciclada como papel. “Eu não sou de plástico”, é assim que ela se apresenta.
Ela desaparece com um simples copo de água quente e depois pode até ser bebida.
Além de contribuir para a diminuição da produção de produtos plásticos, a sacolinha não tóxica também ajuda no consumo racional de água.
A invenção é resultado do trabalho do biólogo Kevin Kumala.
Vendas
O preço sugerido para comercialização é de R$ 1.
Mas para ser vendida é necessário que os pedidos atinjam a marca de pelo menos 5 mil unidades.
Combate ao plástico
Atingindo níveis preocupantes na natureza, o plástico está sendo banido em países europeus e também no Brasil.
Recentemente o McDonald’s anunciou a substituição do canudinho de plástico pelo de papel em todas as unidades britânicas.
No Rio de Janeiro, uma lei proibiu sacolas plásticas nos supermercados a partir do mês passado e um projeto de lei aprovado na Câmara Municipal prevê que os canudinhos plásticos sejam banidos de bares e restaurantes da capital fluminense. (sonoticiaboa)

Nenhum comentário: