domingo, 29 de julho de 2018

Florestas perderão a capacidade de proteger contra os extremos do clima

Mudanças Climáticas: Florestas podem perder a capacidade de proteger contra os extremos do clima.
As florestas, um dos ecossistemas mais dominados na Terra, abrigam uma biodiversidade significativa. Os cientistas estão cada vez mais interessados em como essa diversidade é reforçada pelos microclimas de proteção produzidos pelas árvores.
Um estudo recente da Universidade de Montana sugere que um clima mais quente no noroeste do Pacífico diminuiria a capacidade de muitos microclimas florestais para moderar os extremos climáticos no futuro.
O estudo foi publicado em Ecography: A Journal of Space and Time in Ecology.
“As copas das florestas produzem microclimas que são menos variáveis e mais estáveis do que ambientes semelhantes sem cobertura florestal”, disse Kimberley Davis, pesquisador associado de pós-doutorado em UM e principal autor do estudo. “Nosso trabalho mostra que a capacidade das florestas de proteger os extremos climáticos depende da cobertura do dossel e da disponibilidade local de umidade – ambos devem mudar à medida que a Terra esquentar”.
Ela disse que muitas plantas e animais que vivem no sub-bosque das florestas dependem das condições climáticas estáveis encontradas lá. O estudo sugere que algumas florestas perderão sua capacidade de proteger os extremos climáticos, já que a água se torna limitada em muitos locais.
“Mudanças no balanço hídrico, combinadas com a aceleração das perdas do dossel florestal devido ao aumento na frequência e severidade da perturbação, criarão muitas mudanças nas condições do microclima das florestas do oeste dos Estados Unidos”, disse Davis. (ecodebate)

Nenhum comentário: