sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Contribuição brasileira para a emissão de carbono

Existe uma idéia de que a matriz energética brasileira é predominantemente limpa, pela forte presença das hidrelétricas na produção de eletricidade. Quase metade da energia, vem do petróleo e derivados, correspondendo a 41% do consumo final, a hidrelétrica responde por 17%. As fontes renováveis de energia: lenha, álcool, bagaço de cana-de-açúcar, carvão vegetal e a hidroeletricidade, respondem por 41% do consumo final, possibilitando a descentralização da geração de energia e a universalização do acesso à eletricidade, promovendo a inclusão social. Os 59% de fontes não renováveis contam com gás natural, carvão mineral, xisto, petróleo e seus derivados, no atendimento ao consumo final de combustíveis. Num território de 8.511.965 Km², 180 milhões de habitantes e densidade demográfica de 21hab/Km², o consumo total de energia no Brasil representa aproximadamente 2% do consumo mundial e um pouco mais de 1% das emissões mundiais de carbono; o consumo per capita americano é 7,4 vezes maior que o brasileiro e as emissões de carbono é 11,2 vezes maiores que as nossas; o número de pessoas por veículo no Brasil é 9,78 vezes maior que nos EUA (1,3 pessoa/ veículo).

Nenhum comentário: