quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Meio Ambiente

Durante muito tempo, produtores e usuários se colocaram em campos opostos no que diz respeito aos impactos ambientais decorrentes da geração e utilização das diferentes formas de energia. Todavia, logo perceberam que era preciso facilitar a relação entre a sociedade e o setor energético para que os problemas fossem minimizados. O desperdício de energia e a degradação do meio ambiente pela exploração descontrolada dos recursos naturais passaram, então, a ser objeto de preocupação mundial. Nos últimos anos, todos os países têm trabalhado e se organizado em busca de fontes alternativas de energia; na promoção de políticas de aumento da eficiência energética; no combate ao desperdício; e na criação de condições adequadas à implementação do desenvolvimento sustentável. Impactos Ambientais Durante os processos de geração, transmissão e distribuição, o meio ambiente sofre: as barragens mudam o regime dos rios e interferem na fauna e na flora da região; é preciso retirar pessoas e, algumas vezes, cidades inteiras das áreas onde vão ser construídas as usinas; as linhas de transmissão ocupam faixas contínuas de terra e desfiguram a paisagem; a queima de combustíveis como o carvão e a lenha, pode esgotar os recursos naturais e poluir a atmosfera etc. Os poluentes atmosféricos gerados pelas termelétricas podem ter seu nível de emissão controlado por meio de filtros e outros equipamentos. Além disso, é possível também reduzir a quantidade de gás carbônico, derivado da queima dos combustíveis, aumentando a eficiência dos processos utilizados nas usinas. O uso múltiplo de reservatórios e o desenvolvimento de projetos de irrigação, piscicultura, resgate da fauna e da flora, turismo e lazer são fundamentais para a redução dos impactos ambientais e sociais decorrentes da remoção da população local durante a construção de usinas hidrelétricas. É possível também reduzir as perdas nas etapas de transmissão e distribuição, aplicando novas tecnologias e investindo na manutenção de equipamentos. Manter o sistema funcionando perfeitamente, além de economizar energia, é fundamental para a segurança de trabalhadores e usuários. O investimento em tecnologia para que sejam implantados mecanismos de segurança satisfatórios nas usinas nucleares são muito importantes, pois em todas as etapas do ciclo percorrido pelo urânio são emitidos resíduos radioativos perigosos para a saúde de quem trabalha ou vive perto dessas usinas.

Nenhum comentário: