sexta-feira, 29 de abril de 2011

Supermercados querem fim das sacolas plásticas

Supermercados querem fim das sacolas plásticas em SP
As tradicionais sacolinhas plásticas estão com os dias contados no Estado de São Paulo.
No início de maio, a Associação Paulista de Supermercados (Apas) lança, com o aval do governador Geraldo Alckmin, uma campanha para erradicar a embalagem em todo o território paulista.
Durante seis meses, a população será incentivada a usar a nova sacola biodegradável (feita de milho) ou as sacolas retornáveis.
Segundo o presidente da Apas, João Galassi, ao contrário das embalagens plásticas, as novas sacolas demoram apenas dois meses para se decompor no solo.
Mas o produto terá um custo: R$ 0,19 a unidade.
Ele explica que um projeto piloto já foi testado em Jundiaí e teve 75% de aceitação no primeiro mês de aplicação do programa.
O novo produto terá capacidade para armazenar até cinco quilos e terá tamanho de 30x40 centímetros.
Ele lembra, entretanto, que em São Paulo a adoção das sacolas biodegradáveis não é lei. (OESP)

Um comentário:

Unknown disse...

Acho bom neste momento fazer algo para deter a polução de nosso planeta