terça-feira, 27 de maio de 2014

Pnuma cita projeto de reciclagem no Brasil como exemplo ambiental

Iniciativas da Índia, dos Estados Unidos, do Chile, da França e da Coreia do Sul também fazem parte da lista mencionada no lançamento do programa “Compras Públicas Sustentáveis” do Programa da ONU para o Meio Ambiente.
Um programa de reciclagem no estado de São Paulo foi citado pelas Nações Unidas como um exemplo de iniciativa de desenvolvimento sustentável.
Também integram a lista projetos do Chile, da Coreia do Sul, dos Estados Unidos, da França e da Índia.
Computadores
As iniciativas ilustraram o lançamento do Programa sobre Compras Públicas Sustentáveis. O objetivo é apoiar os governos de todo o mundo a investirem em produtos e serviços que sejam beneficentes.
A proposta do Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, ressaltou o trabalho da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), no Brasil. A entidade economizou 8,8 mil m3 de água e 1,7 tonelada de resíduos ao usar computadores feitos com material reciclado das escolas de São Paulo.
De acordo com o Pnuma, trilhões de dólares gastos com licitações podem ajudar a deixar os mercados mais sustentáveis.
Casas e Impressoras
Em dois outros casos, a empresa ferroviária da Índia conseguiu instalar lâmpadas mais econômicas nas casas de 400 empregados, cortando a emissão de 90 mil toneladas de dióxido de carbono por ano.
Já a França, decidiu contratar uma empresa para compra de cartuchos de impressora que conseguiu economizar 30% dos custos no orçamento e ainda criar nove empregos para pessoas com deficiência.
O chefe do Pnuma, Achim Steiner, disse que os governos podem economizar e promover uma economia sustentável aderindo ao programa de compras proposto pela agência.
O Pnuma lembrou o caso dos Estados Unidos, que introduziu critérios ambientais em processos de licitação. Pela regra, 95% dos novos contratos do governo têm de incluir produtos e serviços que utilizem água e energia de forma eficiente. Iniciativas semelhantes também ocorrem no Japão.
O projeto do Pnuma é parte do Programa-Quadro de 10 anos para Consumo e Produção Sustentáveis que foi estabelecido por chefes de Estado e Governo que participaram da Conferência Rio+20, no Rio de Janeiro. (ecodebate)

Nenhum comentário: