terça-feira, 15 de outubro de 2019

GE Grid investe para tornar equipamentos mais sustentáveis

Plano é tornar os principais equipamentos de alta tensão fabricados pela empresa livres de SF6 até 2025.
A fabricante norte-americana GE Grid Solutions anunciou que expandirá a oferta de equipamentos de transmissão de energia sem hexafluoreto de enxofre (SF6), atendendo a uma demanda de mercado para reduzir as emissões de gases poluentes no setor. O plano é tornar os principais equipamentos de alta tensão livres de SF6 até 2025.
“Esse é um dos maiores investimentos em portfólio da Grid Solutions em anos e apoiará os clientes em seus esforços para reduzir as emissões de gases de efeito estufa”, informou a empresa, em comunicado enviado à imprensa em 01/10/2019. O valor o investimento não foi revelado pela GE, apenas que são “dezenas de milhares de dólares”.
Para transmitir energia com segurança pela rede, desde o ponto da geração até o consumidor final, as subestações são usadas para elevar ou reduzir os níveis de tensão de eletricidade. Devido sua característica isolante, o SF6 é amplamente utilizado em equipamentos de subestações de energia. No entanto, estima-se que esse gás contribua em 23.500 vezes mais emissões que o CO em caso de vazamento e pode permanecer na atmosfera por até 3.200 anos.
Até 2025, a Grid Solutions da GE oferecerá subestações isoladas a gás livre de SF6 até 420 kV, disjuntores de tanques mortos e tanques vivos até 550 kV, bem como transformadores de instrumentos até 420 kV. “Acreditamos que é nossa responsabilidade liderar pelo exemplo”, disse Reinaldo Garcia, CEO da Grid Solutions da GE. “É fundamental avançarmos em soluções tangíveis para minimizar as emissões de gases de efeito estufa”, completou.
“A GE está na vanguarda do desenvolvimento de novas tecnologias que ajudarão a transformar o setor de transmissão e distribuição elétrica e também ajudarão nossos clientes a impactar positivamente as comunidades ao seu redor”, disse Vera Silva, diretora de tecnologia da Grid Solutions da GE. (canalenergia)

Nenhum comentário: