terça-feira, 27 de maio de 2014

O que diz a política de resíduos

Lixões
Estabelece até agosto/2014 o fim dos lixões a céu aberto ou dos aterros controlados. Os resíduos têm de ter destino adequado, ou seja, aterros sanitários.
Reaproveitamento
Os municípios devem destinar aos aterros só resíduos que não sejam passíveis de reaproveitamento, seja com reciclagem ou compostagem dos orgânicos.
Empresas
Estabelece a logística reserva, que transfere para fabricantes parte da responsabilidade pela coleta de embalagens e produtos. É o que menos avançou.
Plano foi o possível para a sociedade
Muita coisa poderia ter caminhado desde 2010, quando foi regulamentada a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, mas a verdade é que jogar as metas para 2034 para uma cidade com a complexidade de São Paulo é o que foi possível propor hoje pela sociedade. Foi um grande primeiro passo e se agente em São Paulo conseguir dar uma resposta rápida, Talvez traga para mais pero essa meta.
Compostar o resíduo orgânico doméstico (33% de tudo até 2033) tem grande potencial, porque envolve as pessoas. É ajudar a cidade a dar uma destinação correta a metade do que a gente produz, sem sobrecarregar o transporte e os aterros. O cidadão passa a refletir sobre o seu consumo. E é isso, no fim, que poderá diminuir a produção de resíduos. (OESP)

Nenhum comentário: