sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Crise hídrica

‘Economize 5%, você ganha 5%. Economize 10%, você ganha 10%. Economize 15%, você ganha 15%. Chegou a 20% ou acima disso, 30% de bônus’, defende o governador. Plano não tem prazo, mas surge justamente quando programa mostra sinais de ter chegado ao limite.
4,1% era o nível do Sistema Cantareira em 16/10/14, enquanto o Sistema Alto Tietê estava em 9,7% da capacidade. São os índices mais baixos da história dos dois reservatórios.
Conta variável
O que muda no bônus da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo
Como é: Desde fevereiro, os clientes da Sabesp que reduzem seu consumo de água em ao menos 20% são beneficiados com redução de 30% na tarifa do próximo mês. Inicialmente, cogitava- se beneficiar abastecidos pelo Sistema Cantareira, mas depois se optou por favorecer todos os clientes da companhia estadual.
Como ficaria: O governo anunciou que o desconto para quem não atingir ao menos 20% de economia será proporcional ao volume economizado. Se a economia for de 5%, por exemplo, a próxima tarifa terá redução de 5%. Não foi informado quando a medida passa a valer.
E para quem consome acima de 30%
Como é: Se o cliente Sabesp economiza acima de 20%, o desconto fica em 30%.
Como ficaria: Conforme afirmou o governador, será mantido o mesmo percentual.
E quanto à penalização para quem desperdiça ou gasta mais
Como é: O Estado chegou a anunciar em abril a cobrança de uma sobretaxa, mas recuou da medida em julho. Em 15/10/14, a presidente da Sabesp sugeriu que a prefeitura de SP punisse que desperdiçasse, a exemplo de Guarulhos.
Como ficaria: A aplicação da multa não foi totalmente descartada até hoje pelo governo do Estado. Em relação às prefeituras, as multas têm sido aplicadas até agora só em locais não abastecidos pela Sabesp. (OESP)

Nenhum comentário: