quinta-feira, 7 de julho de 2016

Apartamento sustentável traz qualidade de vida e economia

Você já pensou nas vantagens que pode ter morando em um apartamento sustentável? Antes visto como diferencial de mercado, a sustentabilidade mostra cada vez mais sua utilidade e importância. Quem opta por uma construção sustentável pode esperar menos tempo pela entrega do apartamento e economizar na conta de água e energia elétrica em longo prazo. Para investidores, também há benefícios. Segundo o Green Building Council, (GBC), os imóveis sustentáveis valorizam-se em até 30% após a entrega.
Ciente de sua responsabilidade ambiental, a Rôgga Empreendimentos atende a diversos requisitos de sustentabilidade, desde a localização de cada construção até a reutilização dos materiais utilizados. Os empreendimentos têm ambientes com luminosidade e ventilação natural, captação da água da chuva, lâmpadas com sensores, elevadores inteligentes e facilidade de mobilidade.
Luminosidade e ventilação natural são essenciais para uma boa qualidade de vida. Edifícios sustentáveis evitam problemas como a poluição do ar interior e doenças respiratórias, por meio de sistemas de ventilação saudáveis e uso de materiais adequados e não-tóxicos. A Rôgga também trabalha com parceiros e fornecedores que seguem os mesmos padrões.
Pela construção sustentável de seus empreendimentos, a empresa foi a primeira incorporadora do Brasil a receber o selo Casa Azul CAIXA – Nível Ouro, da Caixa Econômica Federal. Esse é o primeiro sistema de classificação da sustentabilidade de projetos ofertado no Brasil, desenvolvido para a realidade da construção habitacional brasileira.
Conheça algumas ações durante as obras:
· Seleciona os resíduos de Classe A, tijolo, cimento, telha, bloco, entre outros, para utilização de aterro do terreno do próprio empreendimento
· Controla mensalmente a emissão de ruídos nas obras
· Resíduos perigosos, como gesso, tintas, solventes e óleos são armazenados e posteriormente destinados ao Aterro de Resíduos Industriais
· As coberturas dos empreendimentos possuem somente telhas sem amianto
· Obras são auditadas pelo departamento de qualidade mensalmente
· Devolve palets para os fornecedores
· Reutiliza equipamentos ativos como bandejas, primárias e secundárias, elevadores de obras e dutos de entulho, em outras obras
· Destina madeira e ferro para empresas licenciadas para reutilizar os materiais
· Sobras de materiais são reutilizadas em canteiros de futuras obras
· Projeto logístico que facilita a disposição dos materiais nos canteiros que auxiliam no transporte interno da obra (meuimovelideal)

Nenhum comentário: